Como acertar em cheio ao escolher o piso do seu imóvel?




Você não precisa mais pisar em ovos diante desta decisão, aqui nós te mostramos o caminho certo!


É preciso avaliar o ambiente, pois o piso ideal dependerá do ambiente que será personalizado.  Para ambientes molhados/úmidos (cozinha, banheiros, lavabos e terraço) há necessidade de um revestimento antiderrapante, de forma a evitar acidentes. É possível, então, escolher os porcelanatos não polido ou naturais, ou até mesmo pisos cerâmicos, que tem por características serem mais rústicos.


Para ambientes secos (dormitórios, sala, escritório e halls) podemos escolher acabamentos como, madeiras, laminados, vinílicos, porcelanatos polidos ou acetinados e cerâmicas. 


Confira abaixo as vantagens de cada acabamento:


Piso Vinílico

O queridinho do momento, com valor agregado a qualidade do produto e valor mediano aos demais acabamentos. Uma opção resistente, que se mantém agradável a qualquer temperatura – não é gelado no inverno e nem quente no verão. Um fator interessante sobre o piso vinílico é a sua propriedade antialérgica e alta durabilidade. Um acabamento acusticamente bom, pois não faz barulho ao andar, evitando incômodo aos vizinhos. A limpeza deste também é simples e não requer o uso de muitos produtos. Lembrando que pisos vinílicos reagem à luz e causam um efeito que deixa a peça com maior aparência orgânica, (visto que esse tipo de piso se assemelha visualmente a madeira comum).


Em suma, este é um piso com diversos pontos positivos incluindo o fato de ser ecologicamente correto, o que conta pontos a sua escolha.


Piso Laminado

O laminado tem um custo inferior aos demais acabamentos, e seu uso é recomendado apenas para ambientes internos, não considerando ambientes úmidos ou molhados (cozinha, banheiros e lavabos). Nesta opção há grande variação de cores no mercado a escolha.


Assim como o vinílico, a temperatura do piso laminado se mantém agradável sob diversas variações climáticas: não esquenta no verão, e não esfria tanto no inverno. E bem similar ao piso de madeira, faz barulho ao andar e não reage a luz, permanecendo sempre neutro. Quanto ao ponto forte desse piso consideramos a rápida e simples instalação, e também a limpeza que requer apenas um pano úmido com água.


Piso de Madeira

O piso de madeira é fornecido em tábuas natural – uma versão mais cara dos pisos de madeira, ultrapassando o preço dos pisos vinílicos, laminados e de muitos porcelanatos. Com bom desempenho térmico, a temperatura da madeira é sempre agradável, sem ficar muito quente ou muito fria. Acusticamente bom, os sons deste material não rebatem tanto em sua superfície, ajudando a tirar o efeito de eco dos ambientes. Porém na questão de pisada, ele reage ao barulho como no laminado. O piso de madeira é extremamente recomendado para ambientes internos e externos. Porém nos externos indica-se com tratamento especifico no madeiramento, conhecidos como Decks.  É muito importante, no entanto, checar a procedência da madeira para garantir que nesta não venham cupins.  O piso de madeira é frequentemente utilizado por deixar os ambientes ao mesmo tempo aconchegantes e confortáveis


Porcelanato

É o acabamento mais conhecido e facilmente encontrado. Uma opção com diferentes cores, tamanhos e texturas, o que aumenta as possibilidades de acabamento (você encontra ele nas opções fosco, com brilho ou acetinado). O porcelanato é utilizado em todos os ambientes constantemente úmidos ou não- como banheiros e lavanderias, cozinha, salas e dormitórios.


Também é recomendado para ambientes externos, como varandas e quintais, por ser de fácil limpeza e alta durabilidade. 


Escolhendo o porcelanato há a obtenção de um piso resistente e versátil.


© PERSONALAR - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS